Notícias

Calçado e Metalomecânica juntos no MetalShoe FabLab

Wednesday, April 14, 2021
Calçado e Metalomecânica juntos no MetalShoe FabLab

Calçado e Metalomecânica unem esforços na criação de uma network focada nos reais problemas das PME dos setores do calçado e metalomecânico, com a implementação do projeto MetalShoe FabLab Network (Operação Nº NORTE-02-0853-FEDER-037621).

A rede que será desenvolvida engloba os dois setores e permitirá o enriquecimento de ambos os FabLabs pela partilha das competências específicas de cada Centro Tecnológico, articuladas numa perspetiva de acompanhamento do estado de arte em áreas como criação, desenvolvimento, produção, gestão e marketing.

O projeto de copromoção, promovido pelo CTCP e CATIM, iniciou em março de 2021 e tem a duração de 18 meses, focar-se-á no reforço da capacitação empresarial das PME para o desenvolvimento de produtos e serviços, tirando partido da existência de importantes aspetos comuns e ligações fundamentais entre ambos os setores.

O MetalShoe FabLab Network visa :
- Sensibilizar um conjunto alargado de PMEs para os fatores críticos de competitividade, nomeadamente nos domínios da inovação e da transformação digital, disponibilizando laboratórios de fabricação que lhes permitam dispor do conhecimento e tecnologia necessários para a criação e desenvolvimento de novos produtos e serviços e em simultâneo a aquisição de competências avançadas nestes domínios.

- Ser um interlocutor privilegiado com as entidades pertencentes à comunidade científica e tecnológica nacional e ainda com a indústria mais a montante, responsáveis pelo progresso tecnológico, acompanhando os desenvolvimentos mais recentes nestas áreas, de forma a que as empresas dos setores representados possam encontrar resposta atualizada para as suas questões quando decidam avançar para a integração das novas tecnologias (ex. manufatura aditiva, componentes de IoT, competentes que integram sistemas ciberfísicos, entre outros).

- Promover o desenvolvimento de atividades facilitadoras do empreendedorismo e da criatividade.


397

Voltar