Notícias

Como avaliar desempenho ambiental nas empresas?

Sunday, January 31, 2021
Os indicadores de desempenho ambiental (KPIs) são o mecanismo principal para demonstrar a eficácia com que uma empresa alcança os seus objetivos ambientais.
Como avaliar desempenho ambiental nas empresas?

Na conjuntura atual as empresas deparam-se com a necessidade constante de se adaptarem às novas necessidades do mercado.

Têm vindo a crescer o número de empresas que assumiram que agir de forma ambientalmente responsável é mais do que que uma obrigação legal, pois afeta de forma positiva o sucesso dos seus negócios. A melhoria do desempenho ambiental, passou a fazer parte da estratégia das empresas.

A definição de objetivos estratégicos na área ambiental deve ser suportada por um conjunto de indicadores, que permitam avaliar o impacto das medidas implementadas e consequentemente se os objetivos estão a ser atingidos.  

A definição de indicadores, também conhecidos como KPIs (Key Performance Indicators), permite às empresas avaliar o seu desempenho na área ambiental. Por outro lado, a medição e análise dos indicadores, permitem reportar o que se mede, atribuir responsabilidades, monitorizar e avaliar, e desencadear ações de melhoria.
Enumeramos as seguintes boas práticas na definição dos KPIs para avaliação do desempenho ambiental:
• Os KPIs devem ser relevantes
 Os KPIs devem ser relacionados os objetivos estratégicos e com a política ambiental.

• Os KPIs devem ser mensuráveis
Na definição dos KPIs, deve-se ter em consideração a possibilidade de mensuração, o que significa dizer que é melhor optar por um indicador quantitativo.  A definição de indicadores qualitativos pode dar origem a uma avaliação subjetiva. Por outro lado, um indicador muito complexo ou de difícil mensuração não é adequado, pois o custo para sua obtenção pode inviabilizar a sua operacionalização.

•  Os KPIs devem claros no que respeita à sua fórmula de cálculo
Deve ser definida a fórmula de cálculo e identificadas as fontes de informação dos dados que suportam o indicador.

•  Os  KPIs  devem ser comparáveis
Os KPIs devem ter dados ambientais em formato comparável, assegurando que o desempenho possa ser avaliado ao longo do tempo e em comparação com outras empresas.

•    Os  KPIs  devem ser calculados e analisados com uma periodicidade definida
Deve ser definida a periodicidade com que os KPIs são calculados e o responsável pelo seu cálculo. Como resultado da sua análise devem surgir planos de ação de melhoria.

Um dos suportes utilizados para a definição de KPIs na área do desempenho ambiental é a norma IS0 14031: Gestão ambiental – Avaliação de desempenho ambiental – Diretrizes.

A norma ISO 14031, distingue três tipos de indicadores de desempenho ambiental:
1.Indicadores de Desempenho de Gestão
Indicadores de desempenho ambiental que fornecem informações sobre os esforços de gestão para influenciar o desempenho ambiental da empresa.

Exemplo de indicadores:
- % de colaboradores com formação na área ambiental
- Grau de cumprimento da legislação
- % de fornecedores certificados pela ISO 14001
- Retorno do investimento em projetos de melhoria ambiental (por exemplo: substituição de luminárias para LED)

2.Indicadores de Desempenho Operacional
Indicadores de desempenho ambiental que fornecem informações sobre o desempenho ambiental das operações.

Exemplo de indicadores:
- Custo da energia consumida por par
- COV's consumidos por par
- Taxa de valorização de resíduos
- Quantidade de resíduos produzidos por par

3.Indicadores de Estado do Ambiente
São indicadores que refletem as condições de qualidade ambiental na área envolvente à empresa.

Exemplo de indicadores:
- % de concentração de nutrientes selecionados no solo adjacente às instalações da empresa
- % de concentração de um contaminante específico na água subterrânea ou água superficial

Como conclusão, podemos referir que os indicadores de desempenho ambiental (KPIs) são o mecanismo principal para demonstrar a eficácia com que uma empresa alcança os seus objetivos ambientais, sendo por isso importante a metodologia utilizada na sua definição e o rigor utilizado no cálculo. 

Fonte: Consultoria Ambiente - CTCP

1166

Voltar