Notícias

LVMH compra Birkenstock

Friday, March 5, 2021
LVMH compra Birkenstock

Os  conhecidos modelos  de sandálias Birkenstocks conseguiram um lugar nos guarda-roupas. Modelos mistos, design ortopédico, herança de marca, design 100% made in Germany. Todas essas vantagens conquistaram o fundo de investimento L Catterton e Financière Agache, controlado pela holding familiar de  Bernard Arnault.

Na imprensa, as duas entidades ligadas à LVMH reportam assim uma participação maioritária enquanto os irmãos Christian e Alex Birkenstock permanecem acionistas da marca fundada no final do século XVIII. A imprensa alemã ecoa uma avaliação de cerca de 4.000 milhões de euros, enquanto a marca registrou em 2020 atuações “nunca alcançadas em seus 250 anos da história ”, resultado de um ano pandêmico em que a busca pelo conforto despontou como uma das grandes tendências da moda.

Diante desses resultados recordes, a Birkenstock iniciou recentemente uma série de investimentos com o objetivo de aumentar a capacidade de produção de suas 13 unidades.
A chegada do gigante do luxo deve acelerar ainda mais esta estratégia com a ambição de "facilitar um crescimento mais forte em mercados de crescimento futuro como a China e a Índia", sublinha em comunicado. “Na Europa e na América, a Birkenstock ampliará ainda mais  a sua posição de liderança no mercado, investindo na alemanha e desenvolvendo as suas operações de produção, logística e venda, em especial o ecossistema digital e de e-commerce da marca .

A entrada no grupo LVMH também deve promover colaborações entre a Birkenstock e o restante grupo, uma vez que a marca alemã tem apostado no co-branding e edições limitadas nos últimos dez anos para capturar novas gerações de consumidores.

A Birkenstock atualmente emprega 4.300 pessoas - 95% das quais estão na Alemanha - e distribui os seus modelos em mais de 100 países em todo o mundo.


Ver artigo original AQUI.

440

Voltar