Notícias

Projeto Calçado Solidário @Footure

Resposta rápida no calçado também ao nível solidário

Friday, October 30, 2020
Responder de forma rápida e eficaz à emergência nacional provocada pela COVID-19. Este foi o desígnio do projeto Calçado Solidário @Footure, um desafio lançado pela ANI - Agência Nacional de Inovação, em abril de 2020, no âmbito da iniciativa INOV 4 COVID19, ao qual o cluster do calçado e moda se associou.

Resposta rápida no calçado também ao nível solidário

Assim, no âmbito deste projeto, e respondendo às necessidades do mercado, o Centro Tecnológico do Calçado de Portugal, em estreita colaboração com a APICCAPS, ofereceu novos serviços de laboratório e assistência às empresas. “Mais uma vez as empresas portuguesas deram prova da sua capacidade de inovação e adaptação, tendo em tempo recorde reunido competências, pesquisaram e adquiriram os materiais, produziram e doaram milhares de máscaras, viseiras e calçado aos hospitais, municípios e lares, entre outros”, defendeu Maria José Ferreira. Para a responsável de Investigação e Qualidade do CTCP, “na atualidade, muitas destas empresas transformaram esta aposta uma nova área de negócio que deverá contribuir para a resiliência do Cluster e de Portugal”.


Durante os seis meses de duração do projeto, foram implementados novos sistemas de testes e métodos de ensaio em materiais e produtos destinados à proteção contra o COVID-19, nomeadamente, de respirabilidade, impermeabilidade e lavagem, aplicáveis a calçado de moda, trabalho, luvas ou máscaras sociais/comunitárias.  No total, foram registadas 500 interações com empresas, tendo sido implementados quatro novos métodos de ensaio e avaliados cerca de 130 produtos relacionados com a COVID -19. Foram, ainda, criados 3 rótulos: CTCP “TESTADO COVID-19”, “Calçado Lavável” e “Calçado Esterilizável”, distinções que permitem aos utilizadores reconhecerem que os produtos que foram testados e verificados e apurar se estariam em conformidade com as especificações definidas.
“No decorrer deste projeto, o CTCP teve como objetivo contribuir para a rápida colocação no mercado, de produtos que cumprem com as normas aplicáveis na situação epidemiológica motivada pelo SARS-CoV-2 e doença COVID-19, bem como contribuir para a promoção de novas cadeias de produção nacional de máscaras que asseguram maior autonomia do País nestes produtos críticos e constituem novas áreas de negócio internacional das empresas deste cluster”.

“O CTCP investiu em novos equipamentos, implementou novos métodos de ensaio, estabeleceu parcerias e criou as condições para dar uma resposta rápida e efetiva às solicitações colocadas pelas empresas em termos de avaliação e certificação de calçado,  luvas, máscaras sociais, cirúrgicas ou respiradores e viseiras”, afirmou Maria José Ferreira.

Adicionalmente, o CTCP e a APICCAPS colaboraram com o IPQ no desenvolvimento de dois documentos normativos (DNP CWA 17553:2020 e DNP TS 4575:2020), que estabelecem as especificações aplicáveis a máscaras sociais e as regras para a sua certificação. Neste seguimento, promoveram a acreditação do Organismo Certificador APICCAPS para certificação de máscaras sociais e a acreditação do Laboratório de Ensaios do CTCP para os novos ensaios.

Ainda neste âmbito, o CTCP apoiou as empresas do cluster do calçado e moda, na área de segurança no trabalho, em especial no que se refere à preparação de documentação especifica (guias de uso dos EPI, sessões de esclarecimento e formação e implementação de planos de emergência ). 
 
“O CTCP tem uma experiência de mais de 30 anos no desenvolvimento de produtos técnicos e seus processos de produção e na realização de testes e avaliação da conformidade de calçado técnico e de materiais incluindo couros, polímeros e tecidos e não-tecidos para calçado, seguindo abordagens e metodologias estruturadas, que rapidamente lhe permitiram estudar os normativos europeus aplicáveis no contexto da COVID-19 a calçado, luvas, máscaras e viseiras, e transferir este conhecimento para as indústrias do calçado e todas as outras que o contactaram incluindo nomeadamente de vestuário, luvas e produtos em plástico”, defendeu a responsável do CTCP.

Projeto Calçado Solidário @Footure
Liderado pelo CTCP, o projeto Calçado Solidário @Footure conta com a parceria e a colaboração da APICCAPS, de empresas clientes do CTCP e de várias Universidades.

Este projeto enquadra-se no âmbito da iniciativa INOV 4 COVID19, que visa autonomizar a resposta de Portugal ao surto de Covid-19, contribuir para mobilizar as cadeias de produção do país e projetar a capacidade nacional de exportação deste tipo de produtos.
Toda a informação e documentação relacionada com este assunto pode ser encontrada em https://covid19.ctcp.pt .



507

Voltar