Notícias

Treec: da cortiça às borras de café

Friday, March 26, 2021
Treec: da cortiça às borras de café

Dois irmãos de S. João da Madeira, um contacto com a indústria de calçado desde que nasceram. Um objetivo: transformar a indústria de calçado através da sustentabilidade. Estavam selecionados os ingredientes e, pouco depois, nasceu a Trecc. Pelas mãos de Rui Silva e Filipe Silva esta marca quer encontrar e incorporar nos sapatos novos tipos de materiais, como a cortiça, as borras de café e o plástico reciclado.

A marca começou pela produção de calçado em cortiça e rapidamente evoluiu para novos materiais. “Por exemplo, a mistura do [material] reciclado com a borracha é um trabalho feito em conjunto com os fabricantes de solas. Eles aproveitam os excedentes da sua produção para a concepção dos nossos sapatos, em vez de utilizarem material virgem, reduzindo, assim, o impacto no ambiente”, conta Rui Silva em entrevista ao P3.

A Treec foi lançada oficialmente há um ano. No entanto, a pandemia não foi um entrave ao crescimento da empresa. “Estamos num ponto de viragem no modo como as pessoas devem aproveitar a vida e como encaram o mundo, que precisa de uma mudança. Nota-se cada vez mais uma preocupação com o ambiente, com os materiais que compramos ou a forma como os produtos são feitos, até para termos uma economia mais sustentável. Considero até que foi um excelente timing.”

Com o retalho a fechar um pouco por todo o mundo, estes irmãos de S. João da Madeira encontraram no online o espaço ideal. “Nós focámo-nos em venda de retalho, não tanto ao consumidor final, e estamos a conseguir satisfazer essa nova procura de quem tem, por exemplo, uma loja vegan ou de produtos amigos do ambiente”, diz Rui Silva.

A marca está presente em países como Austrália, Bélgica, Holanda e Estados Unidos, sendo este último o seu maior mercado. E planos para o futuro? Os dois irmãos querem continuar a expandir a marca e a procurar novos materiais que possam fazer a diferença na indústria.

474

Voltar